Archive | setembro 2010

Sarkozy e La ronde infinie des obstinés

 Cláudio César Dutra de Souza 

Boletim Mundorama, 22 de setembro de 2010 

Ao assumir a presidência em maio de 2007, Nicolas Sarkozy assim prometia: “La réforme de l’État, enfin, doit sortir des sujets de colloques, pour se traduire par des décisions”;“La réforme de l’État, je l’ai promise et je la ferai”. Entretanto, passados três anos de seu mandato, a sua disposição em levar adiante o projeto de reformas de Estado, bem como a sua popularidade, vem diminuindo consideravelmente face a forte resistência oriunda de uma oposição que sequer cogita discutir qualquer medida nesse sentido. O título desse artigo faz menção a uma forma inusitada de protesto contra as propostas de reforma universitária na França, anunciadas já nos primeiros meses do governo Sarkozy pela ministra do ensino superior e pesquisa, Valerie Pécresse. Leia Mais…

Espancando a empregada

Cláudio César Dutra de Souza

Publicado originariamente na seção opinião do jornal O Globo em 13 de setembro de 2010 com o título “empregadas e a memória escravocata”

O título desse artigo é inspirado no livro do americano Robert Coover, lançado em 1982, que narra uma relação sado masoquista entre um patrão e a sua empregada. A essa era exigida a mais absoluta perfeição na execução de suas tarefas que, malgrado os seus esforços, constituía-se em algo impossível de ser alcançado. Conseqüentemente, ela sofria uma série de punições de violências físicas e psicológicas a qual suportava com a resignação típica do escravo cujas correntes, para além do real, se constituem como parte integrante de sua personalidade. O gancho do livro convida à reflexão sobre um tempo recente em que o Brasil era um latifúndio de empregadas domésticas que habitavam os lares da classe média brasileira, cujas relações patrão – empregada formavam uma cadeia exploratória naturalizada. Leia Mais…